É possível conciliar a maternidade com o trabalho?

Publicado em 28/05/2020 – 23:00

Por: Vanessa Franchin

A Legislação Brasileira não é ruim no que tange a maternidade, uma vez que concede o benefício de 120 dias para genitora cuidar de sua prole sem perder a sua remuneração. Isso significa dizer que, a funcionária ficará totalmente ausente de suas atividades na organização em que trabalha, sem prejuízo de seu salário e, poderá dedicar-se integralmente à maternidade. Mas, o retorno ao trabalho não é tão fácil quanto imaginam, decisões são exigidas tempestivamente, e a mãe recente se vê em um cenário de reflexões.

Há quem discorde, mas, a lei natural do ser na terra, principalmente na antiguidade, estabeleceu que coubesse ao esposo trazer o mantimento para a família e sua esposa cuidar dos filhos e da casa. Mas, com a modernidade, a figura da mulher tem se destacado principalmente em determinados serviços que precisam de toque feminino, tornando evidente que, o que foi estabelecido a primórdios, já não contempla a nova realidade.

Mas o que fazer ao se deparar com a situação em que terá que decidir se irá trabalhar ou será mãe em tempo integral?

Já que a nova realidade nos permite tomar diversas decisões, a orientação é que haja uma programação, onde a futura mamãe poderá decidir o que fará para conciliar seu emprego com sua vida familiar, e isso está atrelado à profissão que decidiu seguir, uma vez que, há atividades que permitem o trabalho em casa o chamado “home office”, que neste ano tem aumentado em grandes proporções. Não quer dizer que não terá que trabalhar, pelo contrário, é um trabalho maçante, porém, os intervalos te proporcionam interagir com seus filhos. Sendo assim, pesquise e conheça diversas empresas que já estão aderindo esta modalidade e decida-se.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo